A Fundadora

Pilar Moretzsonn

 

Pilar Moretzsonn é mentora de propósito. Graduada em Comunicação Social pela PUC-Rio, é uma profissional de comunicação assertiva com mais de dez anos de experiência. Trabalhou na Vale do Rio Doce, no Rio de Janeiro, durante quatro anos, onde fez parte do projeto CSC Vale/Canadá.

Possui vasta vivência em empresas nacionais e multinacionais, onde acumulou experiência em áreas de projetos, gestão de mudança, processos corporativos, mídias digitais, eventos e treinamentos.

Em março de 2014 fundou a DDE Comunica, empresa especializada em Pitch de Venda com Propósito.

O seu diferencial de atendimento está no desenvolvimento pessoal e empresarial das empresas trabalhando uma comunicação assertiva, simplificada para atingir vendas e resultados para o seu negócio.

 

A DDE trabalha na atração de clientes através de estratégias de envolvimento entre as necessidades do mercado e as soluções oferecidas. Técnicas como gatilhos mentais, domínio de conhecimento, mensuração de metas qualitativas e a assertividade na hora da venda garantem os resultados e a satisfação dos clientes.

Ultimamente, através de uma inovadora metodologia própria, Pilar tem se dedicado a oferecer mentoria, consultoria e treinamentos em comunicação assertiva, trabalhando o propósito de pessoas em empresas, contribuindo assim na alavancagem de negócios e no desenvolvimento de empresários.

Seu último grande destaque foi a alavancagem que alcançou com os cursos do Quantum Leap, programa baseado no livro “Os segredos da mente milionária”, de T. Harv Eker. Desde abril de 2017, se aproximou do CEO da Experiência de Sucesso, Leandro Marcondes, e se tornou seu maior e mais rápido case de sucesso. Depois de 3 meses de mentoria com Leandro, Pilar já viaja pelo Brasil dando palestras e cursos sobre o poder de uma mente milionária.

A EQUIPE

Carolina Machado

Carolina Machado

Carolina Machado

Gerente de Processos

Engenheira Eletricista de formação. Apaixonada pela lógica da vida. Aquela amiga para todas as horas!

Gabriel Lima

Gabriel Lima

Gabriel Lima

Analista de TI

Graduando em Engenharia da Computação. Movido por desafios cibernéticos. Apaixonado pelo frio da serra fluminense.

O CONCEITO DA MARCA

Reposicionando a DDE Comunica

por Yuri Cal

O mercado está cheio de boas ideias. Nem é preciso frequentar um coworking para saber disso! Segundo o Serasa, só no ano passado surgiram 2,2 milhões de novas empresas no Brasil (uma média de mais de 6.000 por dia); e mesmo assim, pouquíssimas pessoas conseguem transmitir sua essência para o mercado e acabam desaparecendo no meio de tanta concorrência.

Por trabalhar com muitas empresas, acompanhei de perto as mudanças nos padrões de consumo dos últimos anos, e cheguei à conclusão que todo negócio de sucesso deve refletir a autenticidade e o propósito de seu criador. Cada vez as pessoas buscam marcas assim. Que bem além de diferentonas, sejam únicas.

Para minha sorte, é o caso da DDE! Dinâmica, comprometida e intimista, ela jamais será esquecida ao lado de empresas genéricas que significam nada para maioria das pessoas. Ela nasceu global e seu trabalho sempre mostra isso. Tudo que é criado por ali é pensado para impactar o nosso mundo. Isso é muito claro para quem conhece sua fundadora e CEO, Pilar Moretzsonn; uma dessas pessoas que aparecem de vez em quando na vida e te inspiram quase sem querer. Sério… cinco minutos ao lado dela é o suficiente para despertar uma vontade irresistível de transformar sua vida.

A empresa coleciona admiradores e nos últimos meses cresceu de forma bem acelerada. Evoluiu a tal ponto que até sua identidade visual – que a acompanhou por tanto tempo – se tornou inadequada para o nível quer negócio havia alcançado. Com o crescimento, a DDE precisou se modernizar; não porque estivesse ruim, muito pelo contrário, porque poderia ficar ainda melhor.

Confesso que quando a Pilar me procurou para ajudar no reposicionamento da marca da DDE eu fiquei muito animado. Já havia algum tempo a marca dela me incomodava um pouco (mas não se chega falando isso da marca dos outros). A verdade é que achava a identidade visual que ela usava incoerente com o excelente trabalho que eu via sendo feito. Além do mais, não estava de acordo com a seriedade que o mercado corporativo exige.

Dois globos, balões de gibi e papel amassado. *Respiro fundo*. Só consigo pensar em escolas infantis – talvez idiomas – ao lembrar da antiga marca dela. *Outra respiração*. Com um pouco mais de carinho (e uma boa lida no site) consigo entender melhor a ideia por trás daqueles símbolos: globalização, comunicação e integração. Ok, a intenção é boa! Me reuni com a Pilar e decidimos utilizar o mesmo conceito para renovar a identidade visual da empresa; e a palavra de ordem foi simplicidade.

Em resumo, os “globalões” se fundiram em uma versão minimalista e discreta do globo terrestre, as letras foram redesenhadas e passaram a compor um só elemento – propondo que estejamos mais conectados do que se pensa. Já a exclusão dos balões e a aplicação de geometria no processo criativo abriram espaço para uma identidade mais simples e direta que nunca. A DDE Comunica agora mostra elementos simples e fáceis de lembrar, exibindo traços elegantes e seu novo e inconfundível ícone circular listrado que pode ser reconhecido a quilômetros de distância! Um bom processo garante um bom resultado.

Para finalizar, aposto que não foi fácil para a Pilar abrir mão da sua antiga marca (e toda a história que ela viveu ao lado dela) mas hoje ela admite: “As empresas que não dão atenção para o design de suas marcas, por mais que não saibam, são vistas como amadoras e acabam afastando aquela valiosa parcela dos clientes (um pouco) mais exigentes que estão em busca de algo especial.”